às 09:43:00

Projeto se destaca em internacionalização e acessibilidade

O projeto extensionista Academic Experience, fundado pelos acadêmicos Rodrigo Petrim Cruz (3º ano), Angelo de Souza Ramos Filho (3º ano), Izabela Silva Brito (3º ano), Tatiana Capistrano de Paula (3º ano), Thaissa Aline Ribeiro (3º ano), Raissa Monteiro Silva (3º ano) e Tamires Helena Pereira (5º ano), sob orientação da Professora Mestra Suélen Ribeiro Miranda Pontes Duarte, tem-se destacado com as mudanças trazidas para o projeto no decorrer deste ano 2020.            

A partir do segundo semestre, o projeto contou com mudanças, proporcionando a experiência de saber sobre intercâmbios ainda mais acessível. Isso porque os acadêmicos Vitória Cristina Amancio, estudante de Libras da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Luis Otávio dos Reis Sarto, estudante de Publicidade e Propaganda do Centro Universitário do Sul de Minas Gerais (UNIS), juntamente com as Professoras Juliana Cristina Mendes Goulart, de Libras, e Walquiria Costa de Oliveira, de inglês, da Faculdade de Medicina de Itajubá (FMIT) passaram a fazer parte do projeto, ofertando uma atividade extensionista multiprofissional e multidisciplinar.

Para a Professora Mestra Walquiria Costa de Oliveira, “as experiências relatadas pelos acadêmicos no AE, tendo versões em inglês, confirmam a importância dessa disciplina e sua conexão com o mundo. Me sinto muito privilegiada por fazer parte dessa equipe tão diversificada, que divulga experiências e vivências únicas na vida acadêmica.”            

Enquanto que para a Professora Especialista Juliana Cristina Mendes Goulart, diz ter ficado “muito honrada ao saber que iria participar do projeto Academic Experience da FMIT, ainda mais na parte da inclusão levando acessibilidade a comunidade surda, eu juntamente com a aluna que se dispôs fazer a interpretação, trabalhamos para proporcionar o mais fielmente possível a tradução/interpretação, pois os surdos também merecem saber sobre este projeto maravilhoso.”

A internacionalização da educação no curso de medicina propicia enriquecimento contínuo e recíproco de outras realidades. Paralelamente, a acessibilidade tem e deve ser ofertada cada vez mais, oferecendo aos acadêmicos oportunidades únicas e engrandecedoras. Isso, sem contar que as demandas avaliativas de ensino superior, cada vez mais, incorporam o conhecimento advindo do processo de internacionalização e a criação de ferramentas que proporcionem acessibilidade. Neste sentido, o projeto de extensão foi criado para promover a divulgação de vídeos de intercambistas com intuito de incentivar esse processo de internacionalização dentro da nossa Instituição de Ensino Superior (IES).            

Atualmente, o projeto conta com publicações quinzenais de vídeos de brasileiros que tiveram alguma experiência de intercâmbio durante a graduação, tudo isso com legendas em inglês e interpretação em Libras. Os vídeos tem sido postados no Instagram do projeto @academic.experience. Lá, além dos vídeos, você pode conferir dicas de viagens.


Fonte: